E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

A importância do comprometimento

A importância do comprometimento

Muitos profissionais são comprometidos e demonstram isso em suas atitudes diárias. Trabalham arduamente e buscam sempre melhorar o seu desempenho.   

Para entendermos melhor  o assunto é preciso saber  o que realmente significa comprometimento. Essa palavra deriva de comprometer, que, de acordo com o dicionário Michaelis, significa “obrigar-se por compromisso, verbal ou escrito”. Partindo dessa definição, os profissionais, quando aceitam um trabalho, obrigam-se em acordo verbal e escrito a cumprir determinadas atividades, as famosas atribuições do cargo para o qual foi contratado. No entanto, no dia a dia acabam descuidando desse acordo e não cumprem nem metade das suas atribuições. Vão “empurrando com a barriga” e perdem o compromisso inicial, além do comprometimento.


Gay Hendricks , em seu livro “A mística empresarial” diz que “Comprometer-se é essencial em todas as áreas da vida: família, lazer, trabalho. Você já tentou disputar um jogo – seja tênis, nos negócios ou no casamento – com uma  pessoa que não queira realmente estar lá? O que destrói o jogo é um elemento da equipe que não queria jogar.”


É preciso ter em mente que não é apenas dinheiro o que motiva as pessoas. Reconhecimento, elogios e atividades desafiadoras são alguns exemplos disso. Muitos são rápidos em cobrar e distribuir feedback  negativo, mas não têm a mesma agilidade quando precisam agradecer e reconhecer a contribuição da equipe. Além disso, vale citar que a busca por resultados e redução de gastos tem levado algumas empresas a descuidar da qualidade de vida no ambiente de trabalho.


Um profissional comprometido é uma pessoa leal, dedicada e envolvida com seu trabalho. É isso que os leva a trabalhar arduamente em cumprir suas tarefas a tempo.  James G. Hunt e Richard W. Osborn autores do livro “Fundamentos do comportamento organizacional” afirmam que “uma pessoa que tem alto comprometimento organizacional é considerada muito leal; é uma pessoa muito envolvida com seu trabalho e é considerada muito dedicada a ele”.

Mas, isso não isso significa que o profissional precise viver para o trabalho. Ao contrário, se for comprometido com suas tarefas, procurará métodos de priorizar e aproveitar melhor seu tempo, evitando procrastinar suas atividades ou acumulá-las.
Podemos dizer que a falta de comprometimento dos profissionais pode acarretar grandes problemas para a empresa. Gay Hendricks menciona que um dos problemas que nós consultores encontramos na empresa são o seguinte:“As pessoas não se identificam com um projeto, uma tarefa ou uma visão. O líder não percebe essa falta de identificação ou resolve ignorá-la. Ao invés de falar, as pessoas se calam e agem como se estivessem comprometidas.”


O problema todo começa com a falta de comprometimento de uma pessoa e termina contaminando um setor inteiro e, em alguns casos, até a empresa. Gay Hendricks em seu livro a Mística Empresarial diz:

“Havia cinco rãs sobre um tronco. Uma delas decidiu pular. Quantas rãs sobrará? Cinco. Há uma grande diferença entre decidir pular e pular realmente. O líder inspirador sabe  como família,  conseguir comprometimento total, de forma que não sobre nenhuma rã sobre o tronco empresarial. Liderança rã-zero.”


Para solucionar o problema em sua empresa é preciso abordar a questão: Como inspirar o comprometimento da equipe. Assunto que trataremos no próximo artigo.

Grande abraço a todos,

Marcinéia Oliveira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1Comentário
  • lunara pereira dantas
    18 de fevereiro de 2014 ás 07:06

    Adorei esse artigo.Gostaria de obter seu e mail para eu poder te pedir algumas dicas de profissão.Sou enfermeira recém formada.grata

Total
0