E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Amanhã eu faço

Amanhã eu faço

 

Amanhã eu faço

Estamos sempre adiando, isso é de nossa natureza. Nos acomodamos e vamos deixando a “vida rolar”.

Passam os dias e passam as noites e vamos sempre deixando a academia, o regime para amanhã, para segunda-feira.

A cada final de ano, prometemos que vamos poupar dinheiro, que vamos fazer um novo curso, uma faculdade, que vamos abrir um novo negócio.

Muitos prometem que vão parar de fumar.

 

Na verdade, esse “amanhã” nunca chega. Esse “amanhã” é apenas uma desculpa que damos a nós mesmos, como se quiséssemos enganar nosso próprio cérebro.

 

Isso já trazemos em nosso DNA, alguns com mais propensão que os outros, mas algumas coisas estamos sempre adiando, protelando.

E isso não é diferente com o poupar, com o guardar dinheiro, com o pensar no futuro financeiro.

No corre-corre do dia-a-dia nunca temos tempo para pensar nisso. Por isso, deixamos para pensar no assunto outro dia. 

 

Só que no outro dia, o mesmo corre-corre, e assim a vida transcorre, ano após ano, década após década e você nem percebe.

Só nos damos conta de que o tempo passa, que os ponteiros do relógio não param, quando olhamos o álbum de fotografias ou melhor, hoje nem álbum temos mais…  as fotos estão todas no  computador, no pen-drive, pois não temos tempo de selecionar as melhores e mandar imprimir em papel.

 

Quem diria, não temos nem tempo de ler a montanha de e-mails que entopem nossa caixa postal eletrônica e muitas vezes passamos os olhos sobre algumas dessas mensagens e a deixamos para ler em outro dia, dia esse que nunca chega.

Enfim, o que quero trazer à tona nessa conversa é justamente que em tudo na vida, acabamos sempre deixando alguma coisa para depois, depois, depois…

 

Mas note que o tempo passa e passa rápido. Poupar, guardar dinheiro, investir devem ser tarefas para “ontem”.

A cada dia que passa, você deixa de ganhar algumas centenas de reais no futuro. Temos que usar o tempo e os juros a nosso favor. 

E nessa equação de Investimentos, tempo e dinheiro, o mais importante é o fator TEMPO. 

 

Aproveite mais seu tempo, e tire um “tempinho” para poupar, guardar e investir, pois o velhinho vai lhe ser muito grato, ficará muito feliz, por não precisar passar por necessidades financeiras, por não precisar depender financeiramente dos filhos, passando privações e humilhações.

Velhinho? Mas que velhinho? 

 

O velhinho de quem estou falando é de você mesmo no futuro.

O tempo passa e nos transforma em velhinhos RICOS ou POBRES e isso só depende de você HOJE!

 

Mas vamos falar agora de você…

Como andam suas finanças? Que tipo de velhinho você será daqui a alguns anos?

Reflita sobre isso e não perca mais tempo: Poupe e Invista!

Até a próxima semana.

 

Cristiano Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0