E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Bate papo com o Líder – precisam-se de líderes

Bate papo com o Líder – precisam-se de líderes

 

 

“Faça autópsias, mas não jogue a culpa nos outros”. – Jim Collins

 

Confesso que levei alguns minutos para entender a profundidade dessa frase. O grande mestre Jim Collins faz citação dela em seu último livro publicado aqui no Brasil.

Ele estava falando sobre líderes serem responsáveis ao tomar decisões difíceis. Como disse muito bem Jack Welch, “você não está num concurso de popularidade. Você é líder para liderar”. Isso quer dizer que às vezes, você como líder, terá que tomar decisões impopulares. Ou seja, fazer autópsias.

 

Infelizmente, alguns líderes não gostam de tomar decisões impopulares. Aconteceu comigo quando trabalhei em Portugal. Quando meu diretor precisou demitir um vendedor, fui usado. Ele jogou a responsabilidade sobre meus ombros. Esse colega até hoje pensa que fui eu,  o responsável por sua demissão. Isso é fazer autopsias e jogar a culpa nos outros.

 

O líder nível 5 não age dessa maneira. Ele é transparente, franco e honesto com seus colaboradores, mesmo que isso respingue sobre sua popularidade. As pessoas se sentem mais atraídas a pessoas com essas características.

 

Para ser franco com vocês, em toda minha carreira encontrei poucos líderes admiráveis. Posso contar nos dedos de uma das mãos e ainda assim, sobrarão muitos dedos. Acredito que atualmente a situação não é diferente. Os líderes em empresas estatais são verdadeiras marionetes. Nas empresas privadas, infelizmente, a situação não é muito melhor. Algumas promoções são feitas baseadas no DNA e não no mérito. Quando não é isso, sobem apenas os puxadores de saco. Finalmente, sobram uns poucos, que de fato são verdadeiros líderes.     Será que estou sendo muito ácido?

 

A verdadeira liderança inspira as pessoas. O Líder nível 5 transforma pessoas comuns em pessoas excepcionais. E você, já trabalhou com um  líder assim?

 

Grande abraço e até o próximo.

 

Fernando Fernandes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentários
  • Valdir Ribeiro
    11 de junho de 2016 ás 19:06

    Parabéns pelo artigo, Fernando! Passei por situação semelhante ao ter de 14 atender a ordem superior e demitir dois funcionários na Empresa COSESP. Felizmente, as pessoas não demitidas compreenderam quem era o autor das demissões, de modo que fiquei tranquilo até ser eu mesmo vitima daquele Superior Hierárquico. Pouco tempo depois, surgiu Legislação para processa-lo, mas já era tarde. O S. H. era um terrorista. Coitado, pois não se vive sem a amizade verdadeira no ambiente de trabalho, creio!

  • Fernando
    12 de julho de 2016 ás 16:30

    Valdir Ribeiro, obrigado por deixar seu comentário. Parabéns por sua visão.
    Infelizmente ainda veremos muitos desses imbecis, disfarçados de lideres.
    Grande abraço.

  • rosemeri da silva --- alecrim
    14 de julho de 2016 ás 15:37

    O lider é espelho e o guia…

    se as vezes respinga nele algo errado, muitas vezes a diretoria é a responsável….

  • Alessandra Colossetti
    13 de outubro de 2016 ás 23:47
Total
0