E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Como fazer a Internet trabalhar para voce

Como fazer a Internet trabalhar para voce

Faça o teste: coloque seu nome, sobrenome e profissão no Google para ver o que vem. Se você tem perfis em redes sociais, mesmo que as use pouco, ou quase certo que estarão entre os primeiros resultados. Qualquer presença que você tenha em redes, como Facebook, Google+, LinkedIn ou Twitter, tende a ganhar destaque numa busca.

Continue o teste e seja sincero: para sua vida profissional, o resultado é bom, ruim ou indiferente? Pegadinha: a resposta mais perigosa, aqui, é €indiferente. A não ser que você não queira nada com o trabalho, nem mais dinheiro, nem mais satisfação, as redes sociais fazem muita diferença em sua vida. Isso só vale para quem procura um emprego.

A presença na internet pode redefinir ou garantir o rumo de empregados, desempregados, profissionais autômanos e donos de negócios próprios. €?Desenvolver e manter seu perfil na internet é tão importante quanto estar atualizado profissionalmente?€, diz Soumitra Dutta, diretor da Escola de Gestão da Universidade Cornell, nos Estados Unidos.

A pesquisadora americana Mary Beth Watson-Manheim, da Universidade de Illinois, afirma que os benefícios da boa exposição ocorrem até no uso profissional de redes entre colegas de uma mesma organização. Ao se engajar nesse relacionamento, os profissionais adquirem, geram e adaptam conhecimento. Esse conhecimento, se bem usado, resulta em maior e melhor reputação.

A necessidade de usar bem as redes, profissionalmente, ocupa boa parte do livro ?Promova-se: as novas regras para uma carreira de sucesso? (Editora Cultrix), do consultor e especialista em marketing pessoal Dan Schawbel. ?As empresas estão à procura de talentos nessas redes. Se você não estiver ativo, perderá a oportunidade?€, disse Schawbel a EPOCA. Ele merece atenção nesse tema, não tanto pelo que estudou – ?graduou-se em marketing na Universidade Bentley, nos Estados Unidos -, mas pelo que já fez, apesar de ter apenas 30 anos?.

Schawbel encontrou realização e dinheiro depois de criar a própria consultoria, a Millenial Branding, especializada em comportamento jovem, de fundar duas comunidades de blogs, de escrever dois livros e de tornar-se colunista de quatro veículos de comunicação (incluindo grandes revistas americanas, como a Time). O perfil dele na rede social LinkedIn revela seu envolvimento atual em cinco projetos.
A paranoia disseminada por comentários nos sites e nas redes sociais

Schawbel se mostra hiperativo desde a faculdade, quando participou de sete organizações universitárias e oito programas de estágio. Não é preciso ser um dínamo como ele para virar referência em sua área de atuação. Bastam algum planejamento e disciplina (leia os casos dos profissionais nos quadros abaixo).

Ainda como estudante, Schawbel chegou a dedicar mais de 100 horas por semana (ou mais de 14 horas por dia) a compreender a dinâmica da influência, da reputação e da autopromoção na internet. Usou textos e vídeos. Descobriu que o efeito desejado ocorre quando você facilita, resolve ou melhora a vida dos outros, em vez de se concentrar em suas próprias qualidades. Quando veio a crise econômica global, a partir de 2008, Schawbel decolou, por causa da preocupação dos americanos em encontrar um novo emprego ou manter-se no antigo. Ele adotou então a meta de acrescentar uma pessoa por dia a sua rede de contatos profissionais.

Fonte: http://epoca.globo.com/vida/vida-util/carreira/noticia/2014/06/como-fazer-internet-btrabalhar-para-voceb.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0