E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Como Quebrar uma Empresa sem Fazer muito Esforço

Como Quebrar uma Empresa sem Fazer muito Esforço

Normalmente falamos e lemos em como manter as empresas saudáveis, com rentabilidade, fluxo de caixa etc.

Porém, falaremos exatamente do oposto ─ como quebrar uma empresa.

Tenho visto muitos vendedores agirem de forma irresponsável quanto às suas responsabilidades. Mesmo após cometerem falhas, agem como se nada tivesse acontecido. Não se preocupam em corrigir-se ou melhorar sua performance.

Com relação às empresas, também tenho presenciado descaso, desrespeito, tanto a seus vendedores e funcionários, como aos clientes.

Já que muitas empresas e vendedores agem como nada as afetasse, elaborei uma lista muito fácil de ser cumprida. Pois, parece em alguns casos, que desejam levar as empresas à derrocada.

Como quebrar sua empresa: (do ponto de vista do vendedor)

Não se preocupe em atender as necessidades de seus clientes; são mimos desnecessários;

Não se preocupe em cumprir aquilo que prometeu. Afinal, todo mundo faz isso;

Não mantenha sua palavra quanto aos acordos comerciais, pois tudo muda e o cliente não vai se importar;

Entregar dentro do prazo é muito luxo, a entrega será realizada quando a empresa julgar que pode ser realizado;

Quando marcar com seu cliente e tiver que faltar ao compromisso, não precisa comunicar, pois o cliente entenderá;

Relacionamento não é necessário, você já tem muitos amigos;

Conhece a Empurro-Terapia? Pratique-a abundantemente. Os clientes nem sempre conferem os pedidos;

Fale sempre mal da sua concorrência, até os menospreze. São nossos inimigos e, portanto, um alvo a abater;

Não se preocupe com a sua aparência. Ninguém manda em você;

Não é necessário conhecer os produtos que vende, basta empurrá-los. Você sabe que eles são bons e isso basta;

Dê descontos abundantemente. Você precisa faturar. A empresa depois que se vire;

Nunca se preocupe com a rentabilidade de suas vendas. Isso é problema do financeiro, o seu dever é vender;

Sempre que sua empresa falhar, espalhe isso aos quatro ventos;

Lealdade a seus clientes nunca será necessário;

Esqueça sempre de se preparar para as suas visitas, preocupe-se apenas em vender;

Não se preocupe em otimizar seus roteiros. A empresa paga suas despesas, ela é rica;

Atualização não será necessária. Em vendas é tudo igual;

Não invista em cursos, livros ou palestras. Isso é luxo desnecessário. Basta saber empurrar;

Não perca tempo com reclamações de seus clientes. Você já vendeu, e pronto. Passe para outro cliente;

Como Quebrar uma empresa (do ponto de vista da empresa):

Nunca se preocupe em fazer elogios. Os funcionários não precisam disso. Você já os paga e isso basta;

Reconhecimento, não será necessário. O único que precisa disso é o patrão;

Investir nas pessoas é um desperdício. Lembre-se de que isso é custo e não um investimento;

Treinamento é coisa para a concorrência. Seus funcionários já sabem tudo;

Sua empresa precisa apenas entregar o que foi vendido. O restante deixe com o vendedor, ele se vira;

Os clientes não precisam saber nada sobre sua empresa. Não envie nenhuma correspondência falando sobre ela, isso é custo;

Estatísticas sobre o atendimento sempre são mascaradas. Você sabe que a sua empresa é a melhor e pronto;

Desconfie de tudo e de todos, afinal todos são desonestos até que se prove o contrário;

Instale GPS no carro de seus vendedores escondido. Isso mostrará quem é que manda;

Nunca confie na palavra de seu vendedor. Ele apenas quer vender e ganhar comissão;

Pague sempre abaixo do mercado. Seu estoque de currículo é grande;

Nunca cumpra o que prometeu, pois você é o patrão. Quem não estiver satisfeito, a porta da rua sempre estará aberta;

Pague os salários sempre no último dia permitido por lei, e se possível em cheque;

Você não precisa estar preocupado em criar um bom ambiente de trabalho. Basta usar sua autoridade, e todos ficam felizes;

Liderança servidora é coisa de livro. Você pode, manda e todos obedecem;

Pós-venda, feedback e follow-up são apenas palavras bonitas inventadas pelo marketing;

Não invista em publicidade. É dinheiro jogado fora;

Você a esta altura deve estar pensando, “esse cara é doido”, quem faria estas coisas?”Contudo, se formos analisar com cuidado o tratamento que algumas empresas têm dado a seus funcionários, ou como se comportam alguns vendedores, parece que essa lista não é assim tão absurda.

Um abraço a todos,

Fernando Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários
  • Rita Scheffer
    1 de junho de 2011 ás 00:44

    De maneira alguma, posso citar nomes se necessário, e aí é só uma pequena lista, que tem quem faça isso sim, e eu sou uma que estou sentindo na pele, e eu muitas vezes me pergunto está valendo a pena tanto esforço, fazendo tudo na contra mão do que já foi citado nesta lista? Eu respondo que não vale a pena, mas que culpa o revendedor, cliente tem? Eu me sinto um pano de chão limpando sempre a sujeira, sem um retorno imediato, mas o que vale que eu me sinto bem trabalhando na direção onde eu me arrebento, no final do dia sem fôlego algum para minha família, mas sei que uma pessoa a menos foi prejudicada naquele dia, porque eu consegui ajudar o que terceiros fizeram descaso. É ridículo, mas infelismente é assim, hoje sofrimento, amanhã o reconhecimento!

  • Adriane Almeida
    23 de julho de 2011 ás 22:35

    A lista não é tão absurda quanto pode parecer para alguns.

Total
0