E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Comprometimento – uma via de duas mãos

Comprometimento – uma via de duas mãos

Recentemente li que um dos sócios da Rede TV, o Senhor Amilcare Dallevo, está construindo a maior casa do Brasil. Tive o desprazer de ler que um dos quartos terá mais de mil metros quadrados. Palmas para ele. http://bit.ly/If70ki

Claro que que qualquer pessoa tem o direito de fazer o quiser com seu dinheiro. O problema, como todos nós sabemos, é que a emissora está com alguns graves problemas financeiros. Funcionários tiveram seus salários atrasados e muitos foram demitidos. Quer dizer, não há comprometimento por parte da empresa com seus liderados.

Quando funcionários não veem exemplo, refletem de forma instintiva o padrão de comportamento emitido pela liderança. “Você não se compromete – eu não me comprometo.” Isso gera uma onda padrão que rebervera por toda empresa. Quer dizer, as pessoas passam a fazer apenas o mínimo necessário. O resultado para a empresa é desastroso. Especialmente para uma Rede de Televisão, onde pequenos detalhes fazem uma grande diferença. Isso sem falarmos sobre o abandono de potenciais funcionários para a concorrência. ( leia-se Pânico)

Para quebrar a onda do negativismo, só uma onda oposta. Algo que desarticule o estatus Quo e infunda nas pessoas “PAIXÃO.” Isso só será possível com o comprometimento – primeiro dos líderes com seus funcionários, e por osmose, comprometimento dos funcionários.

Acredito que em Televisão a frase de Jim Collins, “o bom é inimigo do ótimo” se encaixa com perfeição. Funcionários apaixonados nunca se contentarão com o BOM. Estarão sempre em busca da Excelência.

Será que isso é tão difícil de entender? COMPROMETIMENTO + PAIXÃO = RESULTADO.

Um forte abraço a todos,

Fernando Fernandes

www.programacases.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0