E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Cristovão Colombo – Um Grande Vendedor

Cristovão Colombo – Um Grande Vendedor

Bem, gostaria de chamar sua atenção para um grande vendedor. Embora a história não comente sobre essa característica de Cristovão Colombo, sem dúvida, ele foi um grande vendedor.

Vamos examinar sua história e quem sabe, não aprenderemos alguma coisa com esse cara fantástico.

Como sabemos, Cristovão Colombo era provavelmente Genovês, e não nasceu em berço esplêndido. Nasceu numa família simples na cidade de Gênova. No entanto, sua Visão e Missão o tornaram rico e famoso. Quer dizer, mais famoso do que rico.

Visão: Através de sua descoberta cartográfica, poderia chegar às Índias de forma mais rápida, fácil e econômica.

Missão: Conseguir conquistar novos povos e terras. Sair da classe dos plebeus e se tornar famoso.

Após tentar vender seus sonhos para os reis da Inglaterra e França sem sucesso, por acidente chega a Portugal.

Jesus certa vez disse: “Não dês pérolas aos porcos.” Quer dizer, não bote o ovo para chocar embaixo de uma galinha morta. Isso foi o que Colombo percebeu com os reis da Inglaterra e França. Discernindo que não conseguiria ser bem sucedido nesses dois países, agradeceu e foi em busca de novos Clientes.

É assim que você age como vendedor? Consegue discernir quando a galinha está morta? É importante que o vendedor não desista nas primeiras objeções. No entanto, precisa saber a hora de jogar a toalha e partir para outra conquista. Essa era uma das grandes características de Colombo.

Como vendedor, sempre concordei que há qualidades fundamentais para o sucesso, como por exemplo, Atitude Positiva, Entusiasmo e Determinação. Sem essas qualidades, você até pode vender alguma coisa, mas pode ser que não consiga grandes coisas.

Colombo, no entanto, as usava com grande sabedoria. Se não, vejamos.

Após um naufrágio, chega a Portugal e começa imediatamente a criar uma rede de relacionamentos.

A idéia de navegar, a fim de chegar às Índias, não poderia ser comprada por qualquer pessoa. Na moeda de hoje, o investimento para tal empreitada seria de alguns milhões de dólares. Colombo só poderia ter como Clientes os grandes ricos e nobres ou mesmo os próprios reis.

Através de sua rede de relacionamentos, ele consegue apresentar suas idéias ao então rei de Portugal. Os reis de Portugal, no entanto, já haviam “comprado” uma idéia diferente; chegar às Índias usando uma rota alternativa. Colombo havia chegado no “time” errado. Embora tenha insistido por algum tempo, percebeu que era hora de jogar a toalha.

Diante de tantas negativas, quer dizer, de ver suas idéias rejeitadas pela França, Inglaterra e Portugal, o que faria?

Sua Atitude Mental Positiva e determinação não admitiam a possibilidade de derrota. Por isso, embarcou a procura de outro Cliente. Arrumou toda sua bagagem e partiu para a Espanha.

Nessa altura do campeonato, você já deve ter percebido a importância da rede de relacionamento ─ o famoso Network. Lembre-se que o importante não é quem você conhece e sim quem conhece você.

Convenhamos — Colombo deveria ser um cara muito bem relacionado. Embora não fosse rico ou famoso, sempre conseguia estar na presença de reis e rainhas.
Como anda sua rede relacionamentos?

Ao chegar à Espanha teve algumas dificuldades para apresentar-se aos Reis da Espanha — a rainha Isabel e o rei D. Ferdinando. Até que certo dia, usando novamente seus relacionamentos, os reis finalmente concordaram em atendê-lo.

Foi na Espanha, que Colombo deve ter usado todas as suas habilidades em vendas. A fim de convencer os reis a financiar sua idéia. Vejamos sua estratégia X dificuldades.

Primeiro: Entre o casal, ele escolheu o mais vulnerável a seus argumentos: “Riqueza, fama e muita prosperidade”.

A rainha Isabel foi a escolhida. Ela passou assim a ouvir os argumentos de Colombo.
Posso até imaginar:

– “Mas, rainha, a Espanha se tornará a nação mais próspera do planeta. Seu nome constará na história para sempre. Sem falar, claro, na grana preta que ganhará.”

Segundo: Além de todos os problemas implicados no financiamento da viagem de Colombo, havia uma série de exigências e reivindicações feitas por ele.

• Queria 10% de tudo o que fosse conquistado;
• 10 naus, tripulação e todo necessário para a viagem;
• Um título de realeza;
• Que as riquezas passassem também para seus descendentes;

A Rainha no momento das primeiras apresentações, não conseguiu enxergar os benefícios do investimento. Porém, com astúcia e muita determinação, e claro, sete anos de insistência, ela finalmente diz: “Muito bem, eu financiarei a sua viagem. Concordo com todos os seus termos.”

Imagine-se no lugar de Colombo. Como acha que reagiria ao ouvir o sinal de aprovação da Rainha? Após 15 anos de insistência entre vários países, finalmente sua recompensa havia chegado.

Muito bem, continuando a história. Em determinado momento, a Rainha o chama a um canto e lhe diz que seu fluxo de caixa está baixo. Que naquele momento não tem a grana necessária para o investimento. Quer dizer, ela queria comprar, mas não sabia como pagar. E agora, o que você faria?

Mais uma vez Colombo utiliza sua Atitude e determinação. Embora os livros de história não revelem isso, parece que Colombo convenceu a Rainha a vender parte de suas jóias para financiar o investimento. Bingo! Que grande vendedor! Ele até mesmo ajuda a Rainha a encontrar os meios necessários para financiar todo o projeto.

Será que sua determinação, Atitude Mental Positiva e entusiasmo estão sendo bem usados? Desiste nas primeiras objeções? Tem uma boa rede de relacionamentos? Espero também, que esta pequena história o tenha ajudado a ver a importância de nunca desistir de seus sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0