E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Desenvolvendo oportunidades de negócios na crise

Desenvolvendo oportunidades de negócios na crise

Por Marisa Fonseca Diniz

 

Quando falamos em crise, algumas pessoas se desesperam e acreditam ser um momento de perdas, lamentam-se por não se considerarem fortes o suficiente e superarem esta fase de transição. Enquanto outras pessoas enxergam na crise ótimas oportunidades de transformar o lamento em empreendimentos de sucesso. É de fato, nos momentos de crise que as melhores oportunidades de negócios aparecem.

 

A crise financeira não pode ser vista como um momento de lamento, de fracasso e sim como uma época para colocar em prática os antigos desejos de se capacitar, se atualizar, conhecer as novas práticas de mercado, estar a par das novidades que envolvem produtos, serviços, interagir com profissionais que conseguiram sair da crise como empresários, participar de congressos, exposições e ampliar a rede de contatos.

 

Quantas vezes quando funcionários as ideias não afloravam e vários materiais eram criados para combater a perda de tempo em determinados processos? Ou produtos e soluções eram inventados e davam um bom retorno financeiro as empresas? A crise é o momento certo para criar e colocar em prática todas as ideais que podem ser transformadas em processos lucrativos.

 

Uma ideia genial unida a um bom planejamento, estratégias de mercado e negócios faz com que os indivíduos saiam da zona de conforto e comecem a desenvolver novas oportunidades de trabalho. O que inicialmente era considerado impossível aos poucos se torna um diferencial de mercado.

 

As pessoas precisam ter visão de futuro, saber que a ideia criativa pode surgir de alguma necessidade delas mesmas ou pode ser um produto que não há no mercado e que seria a solução ideal para determinada área.

 

Há vários empreendedores espalhados pelo mundo que seguiram os exemplos de Bill Gates e Mark Zuckerberg, e acabaram criando organizações inovadoras em seus setores de atuação. Outras pessoas inovaram nos setores de venda ao consumidor e transformaram suas ideias em franquias.

 

A melhor solução para a crise está em ter visão estratégica de que para tudo há uma solução e um processo de melhoria adequado, e que pode ser transformada em uma nova ideia. Aos poucos a ideia de ter um emprego fixo com diversos benefícios vai dando espaço às oportunidades em criar seu próprio negócio.

 

O profissional desempregado deve ter em mente que é possível se tornar um empreendedor bem sucedido. O empreendedor é o indivíduo que vê uma saída no final do túnel em época de crise, dá início a uma organização, identifica oportunidades, busca recursos e transforma-os em um negócio lucrativo.

 

Em época de crise as pessoas devem ter em mente que uma boa estratégia de negócios pode fazer toda a diferença na vida profissional, pois é a através dela que os objetivos são atingidos. A estratégia de negócios nada mais do que uma adaptação da estratégia militar.

 

O conceito da estratégia militar é designado pela prática de um bom planejamento para que o inimigo seja vencido, no caso da crise o principal inimigo das pessoas é o medo de arriscar. A crise financeira que acomete o país pode ser considerada como uma guerra, sendo necessário que as pessoas coloquem em prática suas ideias, a fim de sobreviver a esta época de mudanças.

 

No caso da guerra, a principal estratégia é vencer o inimigo, no empreendedorismo é necessário vencer a concorrência e ser lucrativo. As empresas tendem a se adaptar as  estratégias comerciais, a ética e a nova pegada sustentável nos negócios. Sustentabilidade nos negócios é um grande diferencial de mercado, porém este já é um assunto para o próximo artigo.

 

Agora quem não estiver preparado para mudanças nunca sairá do lugar, e sempre ficará lamentando a crise e da falta de emprego!

 

Grande abraço a todos!

 

Comendadora Marisa Fonseca Diniz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários
  • MARIANA MELLO
    9 de junho de 2015 ás 10:01

    Marisa,
    Acredito realmente que as épocas de crise nos obrigam a ser mais criativos e a sair da zona de conforto. Gostei muito do artigo, este é o caminho! Abs, Mariana.

  • Claudinei Ferreira
    11 de junho de 2015 ás 07:32

    Seu artigo é de uma grandeza ímpar. Parabéns! Gostei muito do que li! Crie!

Total
0