E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

FEZ A FAMA? NÃO DEITE NA CAMA!

FEZ A FAMA? NÃO DEITE NA CAMA!

Quem já não ouviu esse ditado popular? Muitas pessoas e empresas caíram nessa armadilha. Depois da fama e do sucesso, adormeceram, achando que nada poderia atingir sua “Torre de segurança”. Bem, o resultado para algumas empresas foi desastroso.

Hoje quero falar de uma empresa que desde seu nascimento dominavou completamente o mercado da TV a cabo no Brasil. Quem não se lembra dos bordões “O mundo é dos Nets”, “Saia da Sibéria”. Quando se falava em TV a cabo, internet e telefonia fixa, o nome que surgia em quase todas as mentes era- NET.

A NET dominou o mercado como poucas empresas o fizeram. Como um vírus, se propagou rapidamente, conquistando os consumidores com bons produtos e boas publicidades. O General Skavurska bombardeava-nos com tiras engraçadas, tronando-o num garoto propagando de sucesso. No entanto, seu crescimento, acredito que fora de controle, acabou se transformando em seu próprio Algoz. A NET não conseguia mais atender a todas as reclamações. Na verdade, a atitude arrogante da empresa, fez com que muitos consumidores fossem aos Procon’s da vida. Mas, ela reinava soberana e sem oponentes a altura. A NET tinha “feito fama e deitado na cama”. A NET começou a prestar a seus clientes um atendimento de baixa qualidade, moorno e sem sal.

Até que surge no Brasil, uma empresa francesa, disposta a tirar a cora da rainha. A GVT entra no mercado brasileiro. No início, os consumidores, ainda muito desconfiados, começam a aderir à nova empresa, que ainda não tinha diversidade de produtos. Mas, aos poucos e usando um bom marketing de guerrilha, começou a conquistar postos abandonados por sua rival. À medida que conquistava novos mercados, investia em qualidade e diversidade de produtos. Hoje a GVT está presente em praticamente todo Brasil, atendendo o consumidor que precisa de internet banda larga, TV a cabo e telefonia fixa. Produtos esses que estavam exclusivamente nas mãos da NET.

Por isso, venho sempre falando na necessidade das empresas estarem sempre preocupadas em se reinventarem. A busca pela inovação deve ser uma preocupação constante da liderança das corporações. Esse tema deve ser discutido com todos dentro da empresa. Mesmo que nesse momento você seja líder de mercado, lembre-se de que sua liderança pode já estar ameaçada, sem você o saber.

Grande abraço a todos,

Fernando Fernandes

www.programacases.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0