E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

FOCO – A chave para os resultados

FOCO – A chave para os resultados

Quantas pessoas conhecemos que tiveram perdas consideráveis porque suas vidas, carreiras etc não tinha “FOCO.” É muito comum observarmos profissionais que levam anos para se encontrarem. Passam anos e anos “pulando de galho em galho na árvore da vida” esperando que algum milagre aconteça. Tudo porque  deixaram de ter “foco.” Ao sinal da primeira dor de barriga, da primeira crítica ou de algum conselho dos ladrões de sonhos, essas pessoas jogam tudo para o alto, e começam uma nova atividade.

Claro que esse troca troca cobra seu tributo. Um deles é que a pessoa perde tempo demais sem conseguir uma experiência adequada. Fica como o famoso truque do circo “não deixe o prato cair.” Isso só funciona no circo. Não dá para ficar mudando de sonho a todo instante e esperar que em algum momento, tudo se encaixará. É preciso deixar que seu sonho amadureça, crie raiz, cresça, para finalmente poder dar fruto.

Outro dia, numa de minhas entrevistas, a entrevistada comentou que a “geração Z” não gosta de esperar, quer resultados rápidos. No entanto, há algumas coisas que não dá para “queimar etapas”. Elas acontecerão no seu próprio tempo. O que estou querendo dizer, é que se você quer abrir um negócio, mudar de emprego, ser promovido etc, é preciso ter “FOCO.” Quer dizer, se concentrar para que os resultados apareçam, é preciso constância.

Se eles não aparecerem logo, não jogue a toalha e parta para outra coisa. Mantenha o “FOCO”. Quando alguém quer derrubar uma árvore, não espera que na primeira ou segunda machadada, a árvore caia. Ela continua dando com o machado, focada. Até que finalmente a árvore cai. Não importando seu tamanho.

Se aos seus olhos, os seus sonhos são grande de mais, não desanime, continue dando com o machado, focado e determinado. Em algum momento você começará a ver resultados. O que não adianta, é você olhar para a árvore e dizer, “eu consigo”; e sem ferramentas adequadas tentar derrubá-la. É preciso estar preparado. Não adianta ter foco se não houver  preparação e não adianta ter preparação se não houver metas”.

Por tanto, caros amigos, mãos a obra – “FOCO”. Essa é a chave para a consecução e obtenção de resultados.

Forte abraço a todos,

Fernando Fernandes

www.programacases.com.br

Post Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
  • Eduardo Pires
    15 de outubro de 2012 ás 12:59

    É patente que ter uma meta é muito mais que apenas um alvo, o foco! Não obstante às diretrizes do tema, sugerirei uma nova metáfora, para substituir a da árvore; que tal uma quilha que deve cortar as ondas?! é bem mais ecologicamente correto, não crês?

    • ffescritor
      17 de outubro de 2012 ás 13:03

      Eduardo, você tem toda razão. com certeza estarei atento à sua dica.
      Obrigado e volte sempre.
      Fernando

  • VALDIR FABRICIO
    21 de outubro de 2012 ás 22:42

    Realmente, este artigo é de importancia vital para todos nós, principalmente os atuantes em vendas.
    Acontece que na correria do dia a dia, na busca sempre urgente de ganhos imediatos (pois convenhamos, nossas contas então sempre chegando, e com dia certo, ANTES de nossos ganhos), muitas vezes não temos aquele “gaz” necessário para suportar “até a queda da árvore”, ai então vamos nos apegando indistintamente ao que vai aparecendo de promissor, com a esperança de ter um ganho mais rápido, deixando de lado O FOCO.
    Gostei muito do artigo, acho que serve de “uma luz no fim do tunel” para muita gente.
    Prof. Fernando, parabéns
    Um abraço

    Valdir Fabricio

    • ffescritor
      21 de outubro de 2012 ás 23:30

      Valdir, muito obrigado por sua visita, espero que volte mais vezes, e se possível, compartilhe com sua rede. Gostei muto de seus comentários.
      Grande abraço e bom fim de Domingo. Visite nosso site http://www.programacases.com.br

      Fernando Fernandes

  • Izabel Romero
    25 de outubro de 2012 ás 16:49

    Oi, Fernando
    Realmente, tenho batido nesta tecla, principalmente com s=esta jovens dessa geração, que são imediatistas, consumistas, fugazes e sem conhecimento. Além de habilidades técnicas, têm que desenvolver competências para poderem se colocar no mercado como vencededores. Sei que querem metas, e como resultado dinheiro no bolso. Mas competência para tal, sobressaindo-se no mercado, não têm, pois não acumulam conhecimento, fazendo-se, portanto repetitivos. Para se vencer essa guerra, têm que desenvolver com afinco o conhecimento, para que tenham objetivo de vida, trazendo cratividade, reflexão, diferencial competitivo.

  • ffescritor
    26 de outubro de 2012 ás 17:41

    Obrigado Isabel por seus comentários à nossos artigos. Espero que continue nos visitando e nos prestigiando com seus comentários.
    abraços,
    Fernadno

Total
0