E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Mais da Metade dos Brasileiros Pertencem à Classe Média

Mais da Metade dos Brasileiros Pertencem à Classe Média

Em recente pesquisa, divulgada pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República no estudo Vozes da Classe Média, indica que 53% dos brasileiros estão classificados como Classe Média, isso é, pessoas que vivem em famílias com renda per capita mensal entre R$ 291,00 e R$ 1.019,00.

O que acho muito estranho é classificar uma família que ganha por cada individuo o valor de R$ 291,00 como Classe Média!

Isso é como eu dizer que uma família, com 3 pessoas (Marido, Esposa e um filho), cujo salário do marido seja de R$ 873,00 por mês, essa família, de acordo com essa classificação, pertence a Classe Média. Você concorda com isso??

Eu não.

Mas essa informação serve muito bem, para tentar parecer, ou podemos dizer mascarar, que as coisas melhoraram financeiramente para as famílias no Brasil.

Se dolarizarmos esses valores, isso é, transformarmos esse valores em dólar, teremos aproximadamente uma faixa de Classe Média que ganha entre US$ 140.00 e US$ 490,00.

Agora me diga se os EUA classificariam uma família que ganha 490 dólares per capita mensal como Classe Média?

Como sempre, os governantes tentando largar manchetes nas mídias para alarmar, tentar engrandecer seus programas sociais e assistencialistas, buscando sempre ludibriar as massas.

De acordo com a enciclopédia digital livre, a Wikipédia, nos EUA Classe Baixa (Lower Class); Essa classe inclui os pobres e os membros sem instrução e marginalizados da sociedade americana. Embora grande parte desses indivíduos possua emprego, é comum que fiquem no limiar da pobreza. Muitos só possuem o diploma de conclusão do colegial. Possuem renda inferior a US$ 15.000 anuais (R$ 2.250 por mês).

Isso é, uma pessoa de Classe Média no Brasil seria considerado um pobre marginalizado da sociedade nos EUA.

Essa classificação deveria ser por bens disponíveis e não por renda, pois isso acaba distorcendo a realidade.

A maioria dos países dos Terceiro Mundo, tem a CLASSE BAIXA como seu estrato social mais numeroso, já no Brasil é diferente. Será mesmo?

O bom dessa pesquisa é que muita gente ficou sabendo que pertence a CLASSE ALTA e nem ao menos sabia disso… (risos…)

Até a próxima!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1Comentário
  • Cezar Marques
    25 de outubro de 2012 ás 07:14

    Isso e gozacao mesmo! So no nosso Brasil isso e possivel.

    Imagine o pobre mesmo,qual categoria ele seria na tabela do nosso governo.

Total
0