E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Não construa sua carreira com base na mentira

Não construa sua carreira com base na mentira

Lance Armstrong foi considerado um dos maiores ciclistas que o mundo jamais viu. Um atleta de alta performance. Após ter sido diagnosticado com câncer em 1995, tudo apontava para o fim de uma carreira brilhante. Armstrong com sua determinação implacável, no entanto, passa a travar um combate sem tréguas contra a doença. Contrariando todos os prognósticos, após um período de tratamento, ele é considerado clinicamente curado e poderia voltar a correr. O inimaginável havia acontecido. Ele conseguiu sair-se vitorioso de mais uma batalha.

Entretanto, o fato mais marcante na sua carreira, após ter sido considerado curado, além de voltar a correr, foi conseguir vencer a etapa mais charmosa e importante do ciclismo mundial, "La Tour de France". Armstrong se transforma no único corredor da história a se tornar heptacampeão da "La Tour de France".

Até que finalmente sua estratégia vencedora vem à tona. Ele é acusado de doping pela agência mundial Antidoping e em seguida pela USADA, a agência America Antidoping. As provas são contundentes e incontestáveis. Armstrong baixa os braços. Ele nunca admitiu sua culpa, por outro lado, também, nunca conseguiu provar sua inocência do uso de drogas proibidas. Toda sua reputação, vitórias e conquistas são jogados na lata do lixo. Todos os prêmios são cancelados. Perde todos os patrocínios, alguns considerados milionários. O mito havia caído. Nem mesmo o fato de ele ter uma fundação contra o câncer, impede a devastação em sua vida e carreira.

Toda essa história para mostrar que construir uma carreira usando de falcatruas, pode resultar em sérios danos. Atalhos para o sucesso, às vezes escondem armadilhas perigosas. Uma vez nelas, não há como sair sem ferimentos. No mundo corporativo, muitos presidentes e CEO's foram pegos na mentira, com resultados devastadores para suas carreiras.
Não importa se você está desejando apenas ser promovido, querendo bater suas metas ou se tornar sócio na empresa. Pense muito nos métodos que utilizará para isso. A tentação de tomar atalhos é grande.

Apesar de estar vulgarizada, a honestidade, o caráter e a integridade, ainda são características muito apreciadas. Infelizmente, os exemplos tem mostrado que cada vez mais, as pessoas se distanciam da verdade, do bem, do correto. Preferem as facilidades daquilo que o "lado negro" pode proporcionar. Acreditam que podem passar impunes, que nada ou ninguém poderá detê-los. Até que um dia a casa cai. Quem acreditaria que Marcos Valério seria condenado? Que José Dirceu poderia ser apanhado? Para eles o crime não compensou. O improvável aconteceu, suas maracutaias foram descobertas e denunciadas. A "Estrela da morte" foi destruída pelos cavaleiros Jedis do Supremo.

Não permita que sua moral seja corrompida. Pode acreditar, muitas empresas estão buscando pessoas honestas, íntegras. Pessoas de caráter e boa moral. Pode até ser que o caminho para o sucesso dessa forma, seja mais longo, mas é mais seguro e recompensador.

ATUALIZAÇÃO: Na semana de 15/02 em um programa de TV americano, Lance Arsmtrong confessou que utilizou substâncias proibidas para melhorar sua performance. Finalmente ele confessou. Finalmente um exemplo mundial deixou cair a máscara. Por causa disso, COI está pensando seriamente em retirar o ciclismo dos Jogos Olímpicos. Quanto desastre.

Grande abraço a todos,

Fernando Fernandes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentários
  • Marlene Pires
    13 de novembro de 2012 ás 15:52

    Boa tarde!!!
    Perfeita a sua colocação.Nosso carater diz tudo sobre nós.O caminho trilhado com dificuldade mas com honestidade será sempre o mais seguro.

    Abç!!!!

  • Lucilene
    12 de dezembro de 2012 ás 12:33

    Otimo texto… pura verdade

  • Thierry W. Maia
    8 de agosto de 2013 ás 03:33

    Melhor ganhar R$0,01 honestamente todo dia, ao ganhar R$1.000,00 por hora deslealmente! Excelente artigo, amigo Fernando!

  • Ricardo
    9 de agosto de 2013 ás 11:01

    Otimo!
    Realmente , as Empresas tem muito a aprender quando se trata de carater, é muito melhor acreditar no que se quer.

    Muito bom mesmo.

Total
0