E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

NÃO ESTOU INTERESSADO!

NÃO ESTOU INTERESSADO!

Essa  reposta será a  que receberá na maioria de suas visitas de vendas. Quando estava iniciando na atividade de vendas, um vendedor experiente disse-me o seguinte: “Fernando, nós vendemos para quem não quer comprar e cobramos de quem não pagar.” Só mais tarde fui entender a veracidade dessas palavras. Nunca cheguei a um local onde o comprador estivesse a minha espera e dissesse: “Que bom que chegou, preciso comprar.” Normalmente, embora estivesse precisando de meus produtos, sempre faziam “jogo duro,” a fim de ter preços mais baixos.

Normalmente as pessoas odeiam que lhe vendam coisas, embora adorem comprar. Quer dizer, a ideia de que alguém os está convencendo a comprar, causa uma certa insegurança ou mesmo medo. Por essa e por outras, o índice de rejeição durante a prospecção é tão alta.

Claro que estamos abordando apenas uma das razões do alto índice de rejeição. Como disse muito bem Jeffrey Gitomer, “as pessoas compram de quem gosta de quem confia.” Se não estivermos dentro do círculo de confiança dos prospects/clientes, será difícil sair de uma reunião com uma encomenda nas mãos. Sendo assim, quais os atalhos disponíveis para o sucesso em vendas? Resposta — Relacionamento.

O relacionamento surge quando os profissionais de vendas não se incomodam em ouvir “não estou interessado”, mesmo que isso venha a acontecer muitas vezes. Não se deixam abater e insistem em continuar visitando o prospect. Não estou falando daquela insistência cega ou burra, que às vezes parece intimidatória. Estou falando de visitas cordiais, a fim de gerar relacionamento. Quando diante do possível cliente, deixe que ele fale dele e de todos os seus desafios, de seus filhos, família etc. Como disse Dale Carnegie em seu livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, as pessoas gostam e falar delas, embora nem sempre seja fácil encontrar um ouvido atento. Não se trata de manipulação e sim de estratégia de aproximação.

Tenha certeza que com o tempo surgirá confiança. A confiança precisa ser estabelecida para que haja encomendas. Muitas vendas foram realizadas após meses de visitas cordiais. Normalmente os clientes mais difíceis têm as melhores contas.

Nossa dica para essa manhã: “O NÃO está sempre garantido, o que vier depois disso é lucro.”

 

Um abraço a todos,

Fernando Fernandes

www.programacases.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
  • Márcia
    8 de outubro de 2012 ás 20:09

    Muito bom Fernando. Gostei. Beijos e sucesso sempre!

    • ffescritor
      8 de outubro de 2012 ás 20:10

      Márcia, obrigado pela força. Continue nos prestigiando com sua visita e se puder compartilhe nossos artigos.
      Abraços e boa semana.
      Fernando

  • prmarcosns
    10 de outubro de 2012 ás 17:27

    Boa tarde! Gostaria de saber se vc pode divulgar meu livro no seu blog?
    Date: Mon, 8 Oct 2012 19:44:09 +0000
    To: prmarcosns@hotmail.com

    • ffescritor
      10 de outubro de 2012 ás 18:19

      Obrigado por nos visitar, volte sempre e traga os amigos. Quanto a divulgar o seu livro, claro, basta me enviar imagens.
      Abraços,
      Fernando

  • Irene d'Araújo
    10 de outubro de 2012 ás 19:58

    Muito bom, como aliás já é típico em todos os seus artigos!Obrigada por nos dar tanto!
    Muito obrigada
    Irene d’Araújo

  • sandra ferreira
    10 de outubro de 2012 ás 20:17

    perfeito e realista

  • rafaelborim
    15 de outubro de 2012 ás 19:24

    Reblogged this on THE BEST OF LIFE.

    • ffescritor
      17 de outubro de 2012 ás 13:01

      Rafael, obrigado mais uma vez. Espero que possamos trocar boas experiências.
      Abraços,
      Fernando

  • Mateo Muñoz
    18 de outubro de 2012 ás 19:05

    Na verdade o cliente varia de acordo ao produto a ser comprado/vendido. Em certos segmentos o cliente compra se varios itens e condições oferecidos se encaixam em seus parametros de interesse e necessidade. Na verdade o vendedor não conseguirá a venda se esses parametros e condições não estiverem contemplados em sua oferta, atendendo às espectativas do empresário/comprador. Seria como dizer “… o produto e condições certos no lugar e hora certos…”
    A confiança no vendedor, concordo, também é um percentual importante na concretização de um negócio.
    Mateo

  • Ustávio Bramante Santos
    21 de outubro de 2012 ás 22:36

    Tenhi estas experiencias em campo! adorei Fernando

    • ffescritor
      21 de outubro de 2012 ás 23:31

      Ustávio, obrigado por sua visita, por favor, compartilhe com seus amigos. Não deixe de nos visitar, e se puder, visite nosso site- http://www.programacses.com.br
      Grande abraço,
      Fernando Fernandes

  • LEANDRO BASTOS
    23 de outubro de 2012 ás 12:56

    Essa é uma excelente maneira de controlar a tão famosa ansiedade… ,ouvir ,gerar coiança etc. Mt bom!!

    • ffescritor
      24 de outubro de 2012 ás 18:26

      Leandro, muito obrigado por sua visita e comentário. por favor, volte mais vezes e se puder, compartilhe com os amigos.
      Grande abraço,
      Fernando

Total
0