E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

BATE PAPO COM O LÍDER – Não seja um Líder bombeiro

BATE PAPO COM O LÍDER – Não seja um Líder bombeiro

chat icon

A primeira vez que li essa frase, achei a comparação muito oportuna. De fato, muitos líderes acabam tendo que apagar incêndios aqui e ali, a fim de manter o bom andamento da corporação. No entanto, vale à pena ressaltar que esse tipo de Liderança pode até ir resolvendo pontualmente os problemas, mas a médio prazo pode comprometer os resultados necessários.

Como muito bem disse John Maxwell, quando você se torna um bombeiro, você deixa de liderar. O Líder passa a ter visão de curto prazo e isso o deixa sem visão periférica e de longo alcance. O que isso quer dizer? Que ele só consegue enxergar o que estiver diante de seu nariz, deixando de “ver” oportunidades que aparecem no dia a dia.

Amigos, quando o Líder chega a esse ponto, e posso garantir que a grande maioria dos Líderes são bombeiros, há um forte sentimento de frustração e desânimo. Isso drena completamente a energia dos profissionais em cargos de Liderança. Quase sempre chegam a casa completamente exaustos física e mentalmente. Sair desse circulo vicioso não é uma tarefa fácil. É preciso muita coragem e determinação para remar no contrafluxo.

O que pode ser feito? Essa pergunta sempre aparece em minhas palestras sobre Liderança. Bem, não há uma resposta P, M, G. Cada caso é um caso. Mas, existem algumas dicas:

Aprenda a dizer “NÃO”. Às vezes por querer ser “Legal” o Líder vai dizendo “SIM” a todos e a tudo. Nem preciso dizer quanto estrago isso causa. Peter Drucker em seu livro Gerente Eficaz disse: O Líder eficaz precisa aprender a dizer “NÃO”.

Gerencie seu tempo. Parece fácil, mas não é. Normalmente, as equipes precisam de acompanhamento. Quando não dosado, elas podem facilmente monopolizar seu Líder. Drucker sempre dizia que esse é um dos temas mais difíceis para um Líder. O tempo é inelástico. Uma vez perdido, pronto, jamais poderá recuperá-lo. Assim sendo, faça uma agenda e apegue a ela.

Claro que são sugestões muito conhecidas, mas na verdade pouco praticadas. Quem sabe no próximo artigo possamos dar mais dicas.

Grande abraço a todos,

Fernando Fernandes

www.programacases.com.br

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0