E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

O fantasma do desemprego em 2016

O fantasma do desemprego em 2016

O fantasma do desemprego em 2016

O ano de 2016 mal começou e as notícias catastróficas não param de aparecer com relação á crise política e econômica no Brasil.

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgou relatório afirmando que o Brasil registrará o maior salto na taxa de desemprego entre as grandes economias no mundo em 2016. 

 

Em números, isso representa que em 2016, 700 mil brasileiros deverão perder seus empregos.

Em 2014 a taxa de desempregados era de 6,8%, já em 2015 foi de 7,2% e para 2016 esse índice deve saltar para 7,6%.

O fantasma do desemprego assusta as famílias e deve continuar assustando em 2016.

 

Com o aumento de pessoas sem trabalho, a inadimplência aumentou também, conforme pesquisa realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).  A pesquisa aponta que 41% dos consumidores entrevistados declararam que o desemprego fez com que eles não conseguissem pagar suas contas.

 

A pesquisa apontou também que 32% dos entrevistados se declararam com dívidas altíssimas.

A crise política e econômica no Brasil continua sem nenhuma definição positiva para os próximos meses.

Junto a isso, o FMI (Fundo Monetário Internacional) divulgou relatório onde indica que o Brasil em 2016 terá um PIB negativo de 3,5%. PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todas as riquezas geradas no País, em 2015 já registou uma queda de 3,8%.

 

Para 2017, o FMI indica que o Brasil terá crescimento Zero no PIB.

Isso só nos mostra que temos grandes desafios a enfrentar em 2016 com essa crise que se arrasta com as investigações sobre corrupção no governo e na política como um todo.  O cenário econômico no Brasil não se define enquanto o cenário político ficar mais preocupado em salvar a sua própria pele, em detrimento das famílias brasileiras.

 

O povo sente a crise no bolso. Os mais afetados continuam sendo, como sempre, os mais desfavorecidos, com aumento de desemprego e com aumento de preços nos supermercados, na energia elétrica e na bomba de combustíveis.

 

2016 promete  ser um ano nebuloso para as famílias brasileiras, mas não podemos desistir de um Brasil melhor, o negócio é arregaçar as mangas e buscar uma forma de driblar esses problemas todos.

 

Uma ótima semana.

 

Cristiano Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0