E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

O líder não age com mão pesada mas sim com firmesa

O líder não age com mão pesada mas sim com firmesa

Ainda há, impregnado em muitas organizações uma cultura de cargos de gestão gerados pelo tempo de serviço. Nesta condição, como consequência, as promoções são vinculadas na maioria das vezes a este critério. O que as organizações estão fazendo para colocar pessoas certas, nos lugares certos, em cargos de liderança?

Considerando que o “fator humano” é o maior patrimônio das organizações, e, os resultados estão voltados para a motivação gerada pelo superior hierárquico, que atua diretamente junto a equipe, mudar é preciso. As oportunidades devem ser avaliadas e oferecidas pelo reconhecimento na atuação para o cargo de liderança.

“As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia.”

Franklin Roosevelt

O maior motivador para que não haja um massacre comportamental é atuar de forma muito ativa e objetiva no plano de cargos, considerando o desenvolvimento do perfil dos colaboradores. O ser humano tem por si só a sua própria motivação interna que está amparada pelos seus sonhos de vida, porém, tudo está diretamente relacionado às suas verdadeiras crenças e valores.

Alguns fatores relevantes e primordiais são importantes para o sucesso na liderança de equipes:

01) Agir como o professor

Aquele que acredita que ensinar torna o líder mais próximo da equipe tem sucesso com certeza. É ensinando que se aprimora o conhecimento e desenvolve uma equipe capaz de fazer sempre da melhor forma. O líder não tem receio de ensinar tudo o que sabe, muito pelo contrário, faz isso de forma natural, age para promover novas lideranças.

02) Praticar a empatia

Sabemos que o ser humano precisa de motivação para sentir-se produtivo. O feedback é fundamental e esperado pelas pessoas. O ego como diferencial, é alimentado pelo respeito, prática do exemplo pelo bom humor. O bom dia com um sorriso sempre transforma o dia de quem o pratica assim como de quem o recebe.

03) Trabalhar metas de forma coletiva

Os resultados são alcançados quando as metas são divulgadas claramente para a equipe, e o líder nato acompanha a sua evolução diariamente. A concepção de que metas devem ser avaliadas para o seu atingimento, sempre ao final do período estabelecido, incorre no grave risco de não atingi-las e como consequência a desmotivação.

Sabemos que as cobranças da alta direção vêm e, o que explicar quando ocorrem problemas pelo mau gerenciamento dos resultados não esperados?

Difícil responder não é mesmo? Pois então, o líder atua como o combustível para sua equipe, e muitas vezes junto com a equipe coloca a mão na massa, arregaça as mangas e atua sem prepotência, ou melhor, sem achar que fazer o torna menos respeitado perante aos seus liderados.

A liderança é algo que contagia, motiva e faz com que a equipe tenha um referencial de como deseja ser, ou seja, igual ao seu líder.

04) Atuar com senso critico e racional, sem punir ou oprimir

O líder nato é aquele que possui um feeling de ver além, tem no sangue a pro atividade e age sempre olhando os dois lados da moeda. Sempre há uma razão para atitudes e ações, e saber ouvir e um diferencial na atuação do líder.

Toda ação gera uma reação, por isso é fundamental o senso de se colocar no lugar do outro. Nem sempre o nosso momento de falar é o momento do outro ouvir, e isso é um grande diferencial nas negociações com pessoas.

Acreditar no potencial humano é investir nas boas atitudes, ser exemplo e aprimorar todos os dias a habilidade de saber ouvir.

Existe um ditado que diz que muitas vezes prejulgamos as pessoas sem ao menos falar diretamente com elas. Colocamos armaduras e máscaras para mostrar um “eu” que não existe para se proteger de algo que vem apenas da nossa cabeça. Aquele que veste armadura e usa máscaras, com certeza não possui habilidade alguma para lidar com pessoas, visto que, quem usa destes falsos escudos tem medo de si próprio. Não confia no seu potencial e pode agir na contra mão do negócio, acreditando que sabe mais que todos e que tem o direito de atropelar pessoas, esquecendo que sem elas nada é possível.

Não há maquina ou equipamento que funcione sozinho. Seres humanos não são robôs e pensam por si só, sentem dores, ficam tristes ou alegres, tem o domínio das suas atitudes. Cabe ao líder ensinar seu legado.

O líder não teme jamais a proposta de ideias da sua equipe, muito pelo contrário, ele ajuda a construí-las de forma a colocar em prática.

Você já parou para pensar em que condição você esta hoje no seu relacionamento com pessoas?

Abraços a todos,

Mirtes Oliveira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0