E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

O que é gás nobre? Líder, ou deus?

O que é gás nobre? Líder, ou deus?

 

Amigos (as), colegas de profissão, calouros e viventes. Resolvi escrever sobre o tema, que é fruto de observações feitas nos últimos dias e anotações de anos mundo afora.

 

Já ouvimos esta frase. “Ele (a) é um gás nobre”. Para muitos o gás é o do botijão, para alguns o gás é produto emitido para a atmosfera, e para poucos significa um sinal de humildade e respeito ao semelhante. Podemos tornar-nos os melhores profissionais, consultores ou palestrantes do mundo, mas se faltar esse rico ingrediente da humildade, talvez tenhamos que retornar ao caminho inicial da jornada, cuja trajetória dura oitenta anos em média hoje e reavaliar a fala de felicidade que pregamos em nossas atividades diárias, ou ditas nos microfones dos auditórios lotados de pessoas ávidas pela revelação de um segredo, que normalmente é o bem viver, ou o melhor a se tornar.

 

Sejam príncipes ou sapos, somos em primeiro lugar pessoas, que necessitam interagir com o outro, ouvir e ser ouvido, falar e deixar falar, enviar mensagens ou e-mail e respondê-los e ser respondido, mas muitas vezes não ou jamais o façamos, porque não há tempo, muitas preocupações, muitas datas, prazos, ego, o nariz empinado, afinal somos deuses e deusas.

 

Ai.. ai… ai… será terei que mencionar agora os grandes pensadores, filósofos, sociólogos da antiguidade  ou as cabeças pensantes do nosso tempo? Quem sabe as frases de Dalai Lama, ou pronunciamentos de Martin Luther King Jr, ou a sapiência de Peter Drucker, ou ainda uma passagem bíblica? Ou devo falar sobre MBA, liderança, inovação, práticas de RH, ISO 9001, clientes ou de resiliência?

 

Nãooo, hoje eu creio que bastaria dizer (leia-se nós): “Se eu fosse ele, e ele fosse eu,  eu seria ele e ele seria eu”,  e como muitos de nós não fomos influenciados ou sequer contaminados pelo vírus da soberba ponto final. Resta-nos concluir (para mim também):  fale com as pessoas indistintamente, abra sua lista de e-mails, na organização fale com o grande e o pequeno, adicione os levados da breca e os carentes de informação e nos eventos que propiciar abrace  todos, suje a camisa ou o “taier” de suor e graxa, deixe um endereço de contato ou telefone para que possam adicionarmos e aí faze-los crescer,  mas SEMPRE respondendo no tempo. Esse “feedback” não vem da escola, esse gás vem das relações interpessoais e ele que gira o mundo.

 

Saudações a todos “Homo Sapiens” ainda em atividade.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0