E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

O que esperar para os negócios em 2016?

O que esperar para os negócios em 2016?

O que esperar dos negócios em 2016?

Por Marisa Fonseca Diniz

 

 

Este ano de 2015 foi difícil e de poucos negócios nos mais variados setores da economia brasileira, um reflexo do caos político que vem assolando o país nos últimos anos. Investigação, escândalos, corrupção, falta de direção, inflação, entre outros aspectos tem colaborado com a descrença do empresariado e dos investidores internacionais, porém os poucos que ainda acreditam no futuro do país, o ano foi de reestruturação e reorganização para melhor se adaptar as mudanças econômicas e políticas que vem no próximo ano.

 

Apesar do pessimismo generalizado que ronda os negócios, ainda há esperanças para o ano que se inicia receber impulsos positivos, principalmente em alguns setores que vem acompanhando a evolução da economia mundial, sendo assim nem tudo está perdido. A onda de pessimismo deve ser deixada de lado e dar lugar a perseverança e as infinitas possibilidades de oportunidades que alguns setores da economia mundial têm proporcionado àqueles que de fato querem evoluir financeiramente sem ficar dependente das políticas econômicas governamentais internas.

 

O momento é propício para a indústria nacional, principalmente porque a alta do dólar propicia o aumento das exportações, pois os produtos ficam mais competitivos e a margem de lucro aumenta. O aumento da atividade industrial nacional acelera a criação de empregos, desde que as empresas não necessitem importar matéria-prima para incorporar em seus produtos.

 

Negócios digitais voltados para marca pessoal, marketing e internet estão em alta no país, a exemplo das demais nações ao redor do mundo que passaram por momentos críticos devido à crise global e investiram neste setor.

 

O turismo nacional é outro setor que ganha com a alta do dólar, pois o valor salarial dos brasileiros não aumenta e os valores das passagens para as viagens internacionais são todas calculadas em dólar, incentivando desta maneira que o turista prefira roteiros nacionais. Desta maneira o dinheiro favorece hotéis, restaurantes, agências de viagem e empresas rodoviárias e aéreas.

 

Outro setor que tende a crescer no país é o voltado para a energia renovável, pois com a crise hídrica os investimentos devem ficar mais voltados para a geração de energia eólica e solar. Não há falta de oportunidades para se ganhar dinheiro em 2016, o que há atualmente é uma legião de pessoas pessimistas e imediatistas que querem se favorecer com o hoje e não com negócios a médio e longo prazo.

 

 

Que 2016 seja o ano para investir em novos negócios, sem pessimismo e sim com a consciência de que todos podem fazer com que o Brasil mude de rumo!

 

Abraços a todos!

 

Comendadora Marisa Fonseca Diniz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0