E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Qual o seu maior patrimônio?

Qual o seu maior patrimônio?

"É impossível receber um elogio e não se sentir melhor… É tão importante quanto isso: é impossível fazer um elogio sem que nós mesmos não nos sintamos melhor". – Zig Ziglar

 

Após os anos 90, gurus de todo mundo falavam que as empresas deviam desviar seu foco do produto. A descoberta foi que afinal, produtos e indústria são passageiros — Cliente é eterno.

A grande novidade passou a ser— FOCO NO CLIENTE. Por alguns anos esta estratégia funcionou muito bem, tanto para as empresas quanto para os consumidores.

A profusão de informações na internet foi em parte, responsável por essa transformação, porque mais pessoas passaram a ter acesso à informação. Com toda essa informação à disposição, o consumidor mudou. Ficou mais exigente e mais refinado. Assim, a palavra de ordem veio a ser — os Clientes são o maior patrimônio das empresas.

Os resultados para os negócios foram significativos. As empresas deram um salto gigantesco em direção à conquista de mercados. No entanto, a indústria começou a enfrentar um problema novo, que comprometia toda a estratégia voltada ao encantamento dos Clientes. Os funcionários começaram a tornar-se infiéis às empresas.

O turn-over dos funcionários passou a ser um grande quebra-cabeça dentro das empresas. Peter Drucker comparou de forma excelente o mundo corporativo, comparado-as como empresas LEGO. Quando uma peça se desencaixa,  empresas e empresários  vivem momentos de tormento para encaixar o puzzel.

Funcionários infiéis não podem produzir Clientes fiéis. Funcionários infelizes não conseguem encantar Cliente algum. Se eles não comprarem sua missão e visão, seus Clientes dificilmente também o farão. Por isso, uma nova revolução estratégica começou a tomar conta das empresas. Elas descobriram que seu maior patrimônio não são os Clientes, e sim seus funcionários. A seguir, vêm seus Clientes.

É necessário que as empresas tenham funcionários apaixonados pela empresa. Peter Drucker comenta em seu livro "Drucker – O homem que Inventou a administração", que o líder eficaz deve sempre levar em consideração que está lidando com seres humanos.

Podemos dar alguns exemplos de empresas que adotaram esta visão:

 

  1. – Southwest Air Line
  2. – Starbuck
  3. – Semco
  4. – SAS


Sendo assim, o que fazer para tornar seu funcionário fiel? O que fazer para que seus funcionários sejam seus melhores Clientes?
O que mais pode ser feito pelas empresas para reter os funcionários em seus quadros?

Existem várias medidas, algumas bem simples, mas que podem causar profundo impacto na mente dos funcionários. Vejamos:

1- Por exemplo, implante em sua empresa um sistema de reconhecimento. Não uma coisa insignificante e mecânica, mas algo genuíno e sincero.

2-  Peça aos seus gerentes que ouçam as idéias dos funcionários;

3-  Crie uma premiação para as melhores idéias e depois tente implementar essas idéias;

4-  Dê maior autonomia às pessoas;

5-  Pague salários compatíveis com as habilidades. Não adianta fingir que paga, e eles fingirem que trabalham;

6-  Crie uma atmosfera agradável na empresa. Afinal seus funcionários passam mais de 8 horas nela;

7- Elogie publicamente boas atitudes;

Quando funcionários trabalham apenas pelo salário, tenha certeza de que seu rendimento estará aquém de seu potencial. Sua insatisfação prejudicará o atendimento ao Cliente.

Atendimento de excelência começa em casa. Da mesma maneira que você, empresário, trata seus funcionários, assim eles o tratarão e a seus Clientes.

 

"O princípio mais profundo da natureza humana é o anseio por ser reconhecido e valorizado". – Willian James

Um abraço,

Fernando Fernandes
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentários
  • Gecilda Eissmann Buzzi
    10 de maio de 2011 ás 16:14

    Muito bom seu artigo. Endomarketing ainda é um termo desconhecido para muitas empresas. Mas aquelas que quiserem fortalecer sua marca e conquistar/manter participação no mercado, necessariamente, terão que fazer o “trabalho de casa” primeiro e sempre!

  • Daniel Ventura
    5 de março de 2012 ás 00:06

    Muitas empresas ainda pecam neste sentido, como funcionários também pecam em achar que o problema está somente nos Chefes,Diretores e Presidentes.O termo Funcionário infiel é relativo,muitas vezes a mudança de empresa se dá para crescimento profissional ou reconhecimento de tais habilidades.Hoje se você não mudar, o mundo muda você.

  • Andreia
    15 de março de 2015 ás 22:15
Total
0