E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Quando as palavras e as ideias desaparacem

Quando as palavras e as ideias desaparacem

sem insp

Não sei se isso acontece com todas as pessoas que escrevem. Comigo, é muito comum passar dias sem escrever nada. Por mais que me esforce, simplesmente não consigo ter boas ideias ou um tema que valha a pena escrever. O que me faz escrever? Não há uma regra fixa. Mas, sempre que um tema fica pipocando na minha mente, sei que é sobre isso que devo escrever. A fonte pode ter sido uma matéria que li na Internet, uma notícia no telejornal, ou mesmo uma simples cena na rua. É engraçado como as coisas veem à nossa mente. Às vezes, a necessidade de escrever é tão grande, que pego qualquer papel, pode ser um guardanapo. Começo a rabiscar ali mesmo, com medo de esquecer alguma coisa. Só sossego quando finalmente tenho o texto pronto para ser publicado.

Em certa ocasião, cheguei a acreditar que havia esgotado minha capacidade imaginativa, que jamais conseguiria voltar a escrever. Passei quase duas semanas sem produzir nada, nem sequer uma linha. Pensei comigo mesmo: “chega ao fim minha curta carreira de escritor.” Já havia lido histórias sobre escritores que deixaram de escrever, e que nunca mais conseguiram produzir nada significativo. Acreditava que havia acontecido o mesmo comigo. Em vez de me concentrar nisso, comecei a dedicar-me com mais afinco na produção e venda de meu programa de TV.

Em certa ocasião, embora cansado, e antes de deitar-me, resolvi dar uma espiada nas notícias pela internet. Quando repentinamente um tsunami de ideias começou a invadir minha mente.  Do nada, as ideias foram surgindo como ondas gigantes. Escrevi sem parar madrugada adentro. Meu cansaço havia desaparecido. Em seu lugar, uma grande ansiedade misturada com uma enorme dose de adrenalina tomou conta do meu corpo e de meus sentimentos. Escrevi mais de 10 artigos, todos com temas totalmente diferentes. Um dos temas foi compartilhado por centenas de pessoas, do Brasil e exterior. Centenas de posts de agradecimento pelo artigo. Estou falando do tema “Fui demitido – e agora?”.

Bem, acabei descobrindo que se estiver dando branco e não estiver conseguindo escrever, calma. Não é o fim. Esvazie sua mente, faça exercícios, pratique caminhadas. Especialmente, observe tudo o que acontece ao seu redor. Sem perceber, sua memória estará registrando tudo. Quando menos esperar, elas virão como ondas gigantes e invadirão sua mente. Que venham!

Um grande abraço a todos,

Fernando Fernandes

www.programacases.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
  • Izabel Romero
    10 de janeiro de 2013 ás 21:30

    Realmente, às vezes acontece. Nada mais para quem lida com palavras escritas. Não é caso de inspiração e sim de bloqueio. A mente humana tem momentos que quer calar-se e o pensamento dirá o que fazer. O bom é coerência do momento. Um abraço,

  • ffescritor
    10 de janeiro de 2013 ás 23:28

    Izabel, obrigado pela consideração e pelas palavras de incentivo. Espero que volte mais vezes e deixe seu comentário.
    Boa semana.
    Fernando

Total
0