E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Quebre os seus paradigmas em vendas!

Quebre os seus paradigmas em vendas!

Dick Fosbury, atleta americano, surpreendeu a todos pulando de costas nas Olimpíadas de 1968 e conseguindo a medalha de ouro. Ele achou que era possível pular mais alto de costas, e provou que estava certo. Muitos medalhistas de salto em altura utilizaram e utilizam o “Salto Fosbury” quebrando definitivamente um modelo estabelecido.

 

Paradigmas é um padrão pelo qual moldamos a realidade. Pode ser bom em determinadas situações como pode engessar se aceitarmos somente uma perspectiva.

Usando uma analogia interessante de Chiavenato, imagine que o seu pensamento ou  ações é um corredor entre duas linhas divisórias e imagináveis. Você vive dentro dessas duas linhas, dentro desse limite permitido e não consegue enxergar o que está além, nem consegue atravessar para o outro lado. Tudo o que está fora destas linhas, você não se permite acessar.

 

Na semana passada Martin Baron, famoso jornalista do Washington Post afirmou que o jornalismo precisa repensar seus métodos e mudar. Martin afirma que:   “jornalistas precisam passar logo por um período de luto e olhar para a frente, porque o jornalismo que eles conheciam acabou, mas há vida adiante”.

 

Ele também afirma no artigo do UOL que o  Washington Post, vem se adaptando, pois  o setor da mídia impressa sofre com a queda da arrecadação publicitária, com  a competição com novos meios digitais e o impacto das redes sociais.

O artigo na integra pode ser lido aqui:
(http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/10/1821437-as-pessoas-esperam-que-as-noticias-venham-ate-elas-diz-editor-do-washington-post.shtml?cmpid=compfb)

 

 

Você esta olhando para frente em vendas ou ainda estagnado no passado?

 

 

Quebrar paradigmas em vendas é substituir os padrões antigos por novas atitudes. Só que falar é fácil, todavia percebo que para alguns profissionais da área comercial mudar é algo difícil, pois está relacionado com descartar rótulos, mitos, crenças que ocupam as mentes.

 

Como exemplo, lembro-me de um vendedor de uma multinacional que ficou durante as oito horas de um curso repetindo que ele era um vendedor experiente e que nunca imaginou que teria que ser “obrigado” a fazer um curso de vendas. Esse é um exemplo de rigidez, de crenças tão enraizadas que o ser não se permite olhar através das faixas imaginárias e aprender algo novo!

 

Recentemente participei de um debate no LinkedIn onde vendedores reclamavam que decisores não atendiam seus telefonemas de prospecção. Justificavam essa atitude como falta de profissionalismo desses profissionais, ou estrelismo.

Será?

Hoje um comprador B2B, por exemplo, busca informações na internet e pesquisas mostram que antes de um vendedor aborda-lo, 63% das informações sobre produtos ou serviços ele conseguiu antecipadamente na internet através de conteúdo, artigos, vídeos ou sites.

 

Se uma estratégia de vendas não está gerando resultados, não é melhor mudar e procurar outras maneiras de chegar até o objetivo? Não será o momento de sair desse molde e procurar desenvolver novos padrões?

Pelo que percebi no decorrer do debate, muitos não estavam dispostos a mudar, tentando se apegar a táticas de vendas típicas dos anos 80.

 

No século 19,  Charles Darwin desenvolveu estudos que ficaram conhecidos como a Teoria da Evolução das espécies. Nesses estudos, Darwin observou que as espécies sobreviventes ao tempo são aquelas que melhor se adaptam à mudança. Ou seja, sempre vai sobreviver quem  desenvolver capacidade de adaptação a um novo ambiente. Esse conceito é válido para empresas, profissionais, mercados..

 

Assim como Martim Baron afirma que jornalistas precisam olhar para frente, porque a internet causou uma revolução nos meios de comunicação, o vendedor deste novo século, precisa enxergar mais longe do que o cliente, ser capaz de se reinventar todos os momentos!

 

Abraços a todos,

 

 

Myrian Mourão

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1Comentário
  • lakeeshaFairchild.jimdo.com
    24 de maio de 2017 ás 05:43

    Do you mind if I quote a couple of your articles as
    long as I provide credit and sources back to your weblog? My blog is in the exact same area of interest as
    yours and my visitors would certainly benefit from some of the information you provide here.
    Please let me know if this alright with you. Cheers!

Total
0