E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Selic – Taxa básica de juros

Selic – Taxa básica de juros

 

 

Em Fevereiro de 2014, o COPOM, que é o Comitê de Política Monetária do Brasil, decidiu elevar a taxa SELIC de 10,50% para 10,75% ao ano.

SELIC é a taxa básica de juros que temos no Brasil, onde todos os outros produtos financeiros se baseiam para cobrança de juros, tais como Empréstimos Consignados, Empréstimos para financiamento de carros, móveis, casas, sem contar também os juros do cartão de crédito e do cheque especial. É na taxa SELIC também, que os juros para empréstimos de pessoa jurídica são baseados.

 

Mas vamos trocar em “miúdos”: esse aumento da Taxa SELIC vai mexer com todos os juros que são cobrados no mercado. Se você pedir empréstimo hoje, já vai ter um juro maior, do que se você tivesse pedido esse empréstimo na semana passada.

O governo utiliza da taxa SELIC como ferramenta para tentar frear a inflação, que é a subida dos preços dos produtos e serviços dentro do País.

O problema, que o Governo, ao mexer na taxa SELIC, ele acaba mexendo com todas as engrenagens da economia.

 

O aumento dessa taxa vai impactar não só nos juros cobrados por bancos e financeiras, como também poderá estimular a migração de investidores da Bolsa de Valores para a renda fixa, pois, quem vai querer correr riscos na bolsa, podendo ganhar 10,75% ou mais ao ano num investimento mais seguro como títulos públicos, por exemplo.

Esse aumento, poderá também, incentivar a entrada de dólares no Brasil, oriundos de investidores estrangeiros, de olho nessas rentabilidades altas.

Isso poderá impactar na cotação do dólar, que tem súbito muito nos últimos tempos. A alta na taxa SELIC poderá fazer o dólar recuar de preço, mas acredito que seja um movimento de correção apenas, pois a tendência da moeda continua ainda de alta para o ano de 2014.

 

O problema que com a alta da Taxa SELIC, o governo acaba por desestimular o empresário a fazer investimentos na empresa, pois com o juro mais caro, o empresário segura as rédeas. Isso impacta negativamente em novas contratações, podendo aumentar o desemprego a médio/longo prazo, caso a taxa continue nesse patamar por muito tempo.

 

Enfim, economia é como um motor cheio de engrenagens… Mexe numa engrenagem apenas, vai afetar o motor inteiro.

E essa mexida na taxa SELIC vai com certeza, impactar no seu bolso!

 

Uma ótima semana!

Cristiano Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0