E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Sempre que prometer algo a seus liderados – cumpra

Sempre que prometer algo a seus liderados – cumpra

Vamos falar sobre Nikolas Tesla, um dos maiores inventores do século passado, e seu encontro com Thomas Edison.

Nikolas Tesla, um europeu da Croácia, formado em engenharia elétrica, ainda muito jovem, muda-se para Nova York. Vendo que Tesla era um jovem de grande talento, alguns amigos o apresentam a Thomas Edison. Tesla trazia uma grande ansiedade em conhecer o tão famoso Edison – Seu grande inspirador.

Imediatamente, Tesla é admitido nas indústrias de Edison.  A história não revela porque Thomas Edison não deu importância ao novo funcionário. Embora Edison tenha percebido que tinha em suas mãos um grande diamante, não deu valor algum à nova contratação.

 No entanto, certo dia, faz um desafio a Tesla. Dá-lhe algumas tarefas complicadas e um prazo curto para cumpri-las. Fez a promessa de uma grande recompensa em dinheiro, caso ele conseguisse concluir as tarefas. Tesla aceitou o desafio. Estava em jogo um prêmio de U$ 50.000.

Ele não só cumpre todas as tarefas solicitadas, como fez mais do que o esperado. Também, acaba até mesmo antes do prazo combinado. Quando vai cobrar o cumprimento do trato, Thomas Edison dá uma grande gargalhada, e diz que ele ainda tem muito que aprender com o humor americano. Ou seja, falando no português claro, aplica-lhe o famoso 171. Não lhe paga o que fora combinado e o manda de volta ao trabalho. O que você faria?

O resultado? Tesla pede demissão imediatamente. Começa a trabalhar de forma independente com seus inventos. Edison, a partir desse momento, ganha um poderoso rival. Com apoio financeiro de empresários simpáticos às suas teorias, Tesla patenteia centenas de invenções, muitas delas sendo usadas até hoje – a bobina elétrica e as ondas de rádio.

O não cumprimento do acordo custou a Edison muitos milhões de dólares em perdas de contratos; contratos esses que foram parar nas mãos de seu maior oponente e concorrente, Nikolas Tesla.

O que podemos aprender dessa história centenária? — VÁRIAS

1.    Nunca subestime a inteligência de seus liderados.
2.    Cumpra sempre aquilo que prometer.
3.    O trabalho em equipe pode render muito mais;
4.    Nunca, nunca subestime a concorrência

Puxa, como tem chefe precisando dessa lição.

Um grande abraço a todos,
Fernando Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários
  • Gláucia Castro
    23 de outubro de 2012 ás 16:34

    Olá!
    Fernando, muito bom mesmo devemos estar sempre atentos, pois quando menos esperamos estaremos sendo surpreendidos por alguém ou algo que não colocamos fé, por isso devemos sempre dar uma chance a nossos subordinados e devemos trabalhar as habilidades de cada um individualmente.
    Abçs

  • joel aterino de souza
    27 de novembro de 2013 ás 14:11

    é verdade, muitas vezes perdemos contratos futuros por não cumprir com nossas promessas do passado, lembra disso Fernando?

Total
0