E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Será que os clientes realmente só querem preço?

Será que os clientes realmente só querem preço?

Acredito que a resposta a essa pergunta ainda é muito controversa, pois esse mito é bastante difundido.

De fato, os consumidores quando compram algum produto/serviço, gostam de pensar que estão pagando barato. Isso causa um efeito anti-arrependimento, pós compra. No entanto, afirmar que os clientes só querem preço é prematuro.

Uma pesquisa realizada em 2007 para avaliar o que leva uma pessoa a comprar e “O que é mais importante para que uma empresa respeite o consumidor,” esclarece bem esse tema.

Foram pesquisadas 11 categorias de empresas: Alimentos, bebidas, Automóveis, Bancos, Cias Aéreas, Eletrodomésticos, Farmacêutica, Governo, Saúde, Telefonia Celular e Fixa, Varejo.

A pesquisa ouviu 1.800 pessoas de seis cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília.

Veja as respostas:

43% Atendimento;

29% Qualidade;

17% Responsabilidade Social;

9% preço;

2% Propaganda

Fica claro que os consumidores não querem apenas preço. Eles desejam que, ao comprar os produtos, estes possuam outros atributos, como ficou demonstrado na pesquisa; desejam pagar um preço “justo” por um bom produto/serviço. Todos sabem que pagar “baratinho”, quase sempre é sinônimo de produto sem qualidade etc.

Como exemplo, todos nós sabemos que os tablets, a grande vedete eletro-eletrônica de 2010, não são baratos, no entanto, são objetos de desejo. Os consumidores entendem que vale a pena pagar o preço, pois percebem que existe “valor” em tal produto, entendem que o “valor” compensa o preço.

Assim, concluo que os clientes não querem apenas preço, eles querem muito mais que isso.

Um abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 Comentários
  • Marcos Fabelino
    13 de maio de 2011 ás 10:12

    Fica muito claro que o consumidor brasileiro , esta buscando cada vez mais uma somatória de bons resultados em suas escolhas , acrescentaria nisto o “brilho nos olhos” de quem esta oferecendo um produto ou serviço.

  • Dulcinea
    13 de maio de 2011 ás 21:26

    Os clientes não buscam apenas o preço,mas também produtos que satisfaçam suas necessidades, aliado a isso, honestidade, respeito, objetividade, compromisso, ética, das empresas e dos seus vendedores e/ou representantes. Vender produtos adequados ao perfil do cliente dará a ambos -vendedor e comprador mais confiança , credibilidade, sugurança, satisfação de que fez o melhor , além de fidelizá-lo.

  • Adesivare
    14 de maio de 2011 ás 09:39

    Surpreendente o resultado. Finalmente os consumidores estão vendo que para adquirir um produto não basta somente preço e dão mais valor à qualidade. Isso irá fazer com que as empresas repensem alguns pontos e coloquem no mercado produtos competitivos com os importados.

  • Geraldo Gomes
    27 de maio de 2011 ás 11:18

    Fernando, excelente matéria. Pedi até para publicar essa matéria na Revista do factoring(www.revistadofactoring.com.br) pois, como entusiasta do factoring que sou, vejo inúmeros colegas cometendo os erros de sempre e tua estatistica para medir o grau de satisfação do cliente, foi perfeita!

  • SONIA ASSIS
    26 de junho de 2011 ás 11:00

    COM TODA A CERTEZA O CLIENTE ESTA BUSCANDO ALEM DO PREÇO A QUALIDADE DO PRODUTO.E A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA.SE O PRODUTO FOR DE QUALIDADE PAGA-SE O PREÇO EXIGIDO,MAS A SIMPATIA CONTA NESTE PACOTE.

  • Daniel Bahia
    11 de julho de 2011 ás 03:22

    Aposto em ambas as coisas, ou seja, em preços competitivos bem como na qualidade do atendimento. Outra coisa que aposto é no foco, ou seja prefiro apostar em determinadas fatias de mercado para ter mais força e evidentemente mais retorno. Grande abraço

  • Mary de Oliveira
    24 de agosto de 2011 ás 11:13

    Eu traballho muito a fidelização do cliente. Nossos produtos são importados e custam um pouco mais caro que os nacionais, entretanto, a qualidade dos nossos produtos é indiscutivel. Trata-se de produtos que voce pode confiar totalmente. E é justamente isso que me leva a crer que o cliente que está interessado somente em preço, não valoriza nem o produto dele, quanto mais o meu. Eu trabalho com clientes que tem uma boa noção de qualidade, e qualidade custa.

Total
0