E-mail: cases@programacases.com.br
Siga-nos:
Topo

Socorro, meu cliente é um mala

Socorro, meu cliente é um mala

Será que uma empresa pode demitir um cliente? Claro que SIM. Isso não invalida o famoso bordão: o cliente tem sempre razão.

Todos nós sabemos que existem consumidores que não vale a pena tê-los como clientes. Felizmente são a minoria. No entanto, alguns são arrogantes, chatos, presunçosos,  exigentes, e  para piorar, às vezes compram pouco. Em outras palavras, dão prejuízo.

Quando você se deparar com um cliente assim, o que fazer?

É claro que responder na mesma moeda, não é uma boa solução. Talvez de forma educada, deixar claro, que caso ele não mude de atitude, não será mais bem vindo ao seu estabelecimento. Ou algo assim. Mesmo clientes que compram muito, mas que não respeitam os valores de sua empresa, a médio prazo pode causar mais danos que lucros.

SF-Misc-10108461

Com onda dos Wi-fi grátis nos estabelecimentos, alguns empresários se veem em apuros. O que fazer quando o cliente pede apenas um cafezinho e fica horas navegando gratuitamente? Uma das ideias mais simples para resolver isso, é introduzir um sistema onde os clientes só podem ficar logados por um tempo determinado.

Isso pode parecer contraditório a tudo que já falamos e escrevemos sobre atendimento. Mas, mesmo quando o assunto é ATENDIMENTO, às vezes é necessário fazer autópsia.

Uma empresa com altos padrões de atendimento jamais vai se nivelar tomando por base, esse tipo de clientes. Ao contrário. Um excelente atendimento, ambiente contagiante e saudável, inibirá qualquer cliente de reagir contrário a essa onda positiva.

Felizmente estamos falando de exceções. No entanto, quando não estamos preparados para atender clientes malas, isso pode tirar nossa paz e alegria com algo tão legal, que é o servir.


Um forte abraço a todos,

  Fernando Fernandes

www.programacasaes.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem comentários
Total
0